Espécie

Euschistus heros

(Fabricius, 1798)

Com ampla distribuição na América do Sul e no Brasil, esta espécie constitui um importante componente do complexo de pentatomídeos-praga-da-soja.

Nome popular: Percevejo-marrom-da-soja

GAGCCGGATAGTGGGATCAGCCATAAGAATTATTATCCGAATTGAATTAGGACAACCTGGAAGATTCATTGGAGATGATCAAATTTATAATGTAGTAGTAACCGCACATGCATTTGTAATAATTTTCTTTATAGTAATGCCTATTATAATTGGAGGCTTTGGAAACTGACTAGTACCCTTAATGATTGGTGCCCCCGACATAGCATTCCCTCGAATAAATAATATAAGATTCTGATTATTACCCCCCTCATTAACCTTGTTAATAATAAGAAGATTGGCAGAGTCAGGTGCGGGAACAGGATGAACTGTTTATCCCCCTTTATCAAGTAATTTATCCCATAGTGGAGCCTCTGTTGATTTAGCCATTTTTTCCCTACACCTAGCAGGTGTCTCATCAATTCTTGGGGCCGTCAACTTCATCTCAACTATTATCAATATACGACCAGAAGGAATAATTCCAGAACGAATCCCACTATTCGTATGATCTGTTGGAATCACAGCATTATTGCTTCTACTGTCTTTGCCTGTACTAGCAGGAGCCATCACTATATTATTAACTGATCGAAATTTCAATACCTCCTTCTTTGATCCTTCCGGAGGAGGGGATCCAATCCTATATCAACATTTATTCTGATTTTTTG

Macho:

Pigóforo subquadrangular, ângulos póstero-laterais arredondados.; margem ventral recortada subquadrangularmente, bissinuosa medianamente. Bordo dorsal projetado medianamente sobre o X segmento, margem posterior da projeção sinuada. Segmento X aplainado, com 1+1 pequenos processos subapicais; parâmeros espatulares.

Fêmea:

Laterotergitos 8 mais longos que os laterotergitos 9, margem posterior triangular, ápice agudo; laterotergitos 9 pouco ultrapassando a banda que une dorsalmente os laterotergitos 8. Gonocoxitos 8 subretangulares com margem posterior levemente côncava: ângulos suturais projetados sobre os gonocoxitos 9, margens suturais paralelas.

Macho 9,7 a 12,8 mm Fêmea 9,7 a 12,8 mm
Dorso castanho amarelado, castanho escuro a negro nos úmeros; ápice do escutelo branco-amarelado. Pontuações castanhas moderadamente densas; pontuações enegrecidas nas cicatrizes, no disco basal do pronoto, em quatro pequenas máculas na base do escutelo e em uma mácula do disco do escutelo. Superfície ventral mais clara e mais finamente pontuada, com três faixas longitudinais no abdome mais escuras. Antenas concolores com o disco da cabeça, imaculadas. Conexivo castanho , alternando com uma mancha castanho-amarelada junto ao bordo lateral de cada segmento.
Cabeça um pouco mais longa do que larga ao nível dos olhos; clipeo ultrapassando as placas mandibulares. Margens ântero-laterais do pronoto denteadas. Úmeros fortementee produzidos lateralmente, mais elevados que o disco do pronoto, sualmente espinhosos, ocasionalmente apenas agudamente angulados. Escutelo com fóveas nos ângulos basais.
Leguminosae, Solanaceae, Brassicaceae e Compositae
Microhimenópteros parasitoides de ovos – Telenomus mormideae Lima e dípteros que parasitam ninfas e adultos – Beskia cornuta Brauer & Bergenstan.
A natureza e extensão dos danos dependem do estágio de desenvolvimento dos grãos. Na fase leitosa, grande parte ou, a totalidade do conteúdo do grão é sugado; no estágio pastoso formam-se manchas escuras no local da picada (grãos gessados) que se quebram facilmente no processo de beneficiamento.
América do Sul e América Central (Panamá).
NaturaeData