logo percevejo

Percevejos


A lightweight and modular front-end framework for developing fast and powerful web interfaces. It is open source and MIT. A lightweight and modular front-end.


Leia mais
logo roedor

Roedores


The Warp framework provides a rich toolset for developing cross-platform themes, including support for LESS, a Customizer and its very own front-end framework UIkit.


Em construção
logo borboleta

Micromariposas


A lightweight and modular front-end framework for developing fast and powerful web interfaces. It is open source and MIT licensed and you are free to use without


Em construção
Taxonomia
Taxonomia é o campo da biologia responsável por descobrir, nomear, descrever e classificar os organismos.
A classificação taxonômica é um meio de comunicação e armazenamento de informações sobre as espécies, os componentes fundamentais da biodiversidade.

A maior parte dos trabalhos de descrições de novas espécies (taxonomia alfa) vinham sendo conduzidos, desde o século 18, com base em comparações de dados morfológicos obtido a partir de espécimes. Recentemente, a alfa taxonomia evoluiu para incorporar uma maior variedade de dados, incluindo genéticos (sequencias de DNA). Intitulado de taxonomia integrativa esse campo surgiu em associação com mudanças de paradigma em conceitos sobre a natureza e a classificação das espécies. Até hoje, taxonomistas já descreveram aproximadamente 1,8 milhões de táxons; no entanto, o número de espécies provavelmente existentes na Terra é estimado entre 5 a 30 milhões! É preciso acelerar o processo, e essa é a função principal dessa ferramenta aliada as técnicas de sequenciamento de DNA.
Por que a identificação de espécies é importante?
Quando se trata de pragas, é preciso ser rápido com um diagnóstico para que se possam reduzir os danos às culturas e consequentemente reduzir o prejuízo econômico.
A identificação errada, ou o desconhecimento, atrasa as decisões a serem tomadas. O primeiro diagnóstico vem a partir da observação direta no campo, ao comparar padrões morfológicos obtidos da literatura técnica especializada. Para algumas espécies esse processo basta. O problema é que diversas são muito similares externamente, definidas como espécies crípticas, ou seja, sem distinção aparente. Para essas, somente a análise de sequências de DNA permite distinguir uma espécie da outra, desde que tenhamos a sequência diagnóstica referência definida para cada uma. Os diagnósticos de espécie também são muito importantes na detecção de invasão por uma praga não-nativa, introduzida através de transporte ou comércio. A existência de um banco de referência local permite a rápida comparação, facilitando as iniciativas de controle.
Construção da base de dados Roedores
Para elaborar a base de dados utilizamos indivíduos enviados por colaboradores especialistas de diferentes regiões do Brasil, remetidos em álcool 95%, coletados em culturas de soja, arroz e milho.
Construção da base de dados Percevejos
Para elaborar a base de dados utilizamos indivíduos enviados por colaboradores especialistas de diferentes regiões do Brasil, remetidos em álcool 95%, coletados em culturas de soja, arroz e milho.
Construção da base de dados Micromariposas
Para elaborar a base de dados utilizamos indivíduos enviados por colaboradores especialistas de diferentes regiões do Brasil, remetidos em álcool 95%, coletados em culturas de soja, arroz e milho.
NaturaeData